11.4.18

bolo de cenoura


Minha mãe acha um espanto eu não ter decorado uma única receita de bolo, em minha defesa digo que tenho péssima memória. Fato: ter péssima memória traz muitas vantagens, a melhor delas é quase não guardar rancor, porque eu simplesmente esqueço a maioria das coisas desagradáveis. Para todas as outras eu uso agenda, câmera fotográfica e às vezes este blog. Esta receita não tem novidade nenhuma, é o mesmo bolo maravilhoso que todos conhecemos, apenas a receita ficará melhor guardada aqui do que no meu caderninho que já está se desmanchando...

3 cenouras médias
4 ovos
1 xícara óleo vegetal
1 colher (chá) baunilha
2 xícaras farinha de trigo
2 xícaras açúcar
1 colher (sopa) fermento em pó

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma de furo central de 25cm de diâmetro. Descasque as cenouras e corte em rodelas de 3cm. Coloque no liquidificador as cenouras, ovos, óleo e baunilha, bata por 1 min, ou até formar uma pasta homogênea. Numa tigela grande coloque a farinha e açúcar, despeje a mistura na tigela e mexa até formar uma massa lisa (se as cenouras forem um pouco maiores que "média", a massa ficará líquida demais, neste caso adicione partes iguais de farinha e açúcar para engrossar a massa). Por fim, junte o fermento. Massa na forma, forma no forno. Asse por uns 40-45min, ou até passar no teste do palito.
Use sua calda de chocolate preferida.

29.3.18

fermento químico caseiro


Ultimamente esta é a melhor receita que sai da minha cozinha. Achei que era um exagero de frescura até para os meus padrões fazer fermento químico em casa, mas conforme usava percebia o quanto ele é superior ao comprado pronto. Somente o cremor de tártaro é o item mais incomum, embora seja facilmente encontrável em lojas de artigos para confeitaria/festa; ele ajuda a manter a estrutura da preparação. Colocarei uma medida simples, mas é só seguir estas proporções que você pode fazer o quanto precisar, ele também é bem mais potente que o fermento comercial, além de mais barato :)
A "receita" eu achei na net em algum lugar que não lembro...

fermento químico caseiro
1 colher (chá) bicarbonato de sódio
1 colher (chá) amido de milho
2 colheres (chá) cremor de tártaro

Peneire e misture todos os ingredientes. Guarde em pote fechado na geladeira. Se deixar guardado por mais de 3 semanas, faça o teste: jogue um pouquinho de fermento na água, se espumar ele está ok para o uso.

20.3.18

kofta ao curry


O que não falta aqui em casa são refeições cheias de especiarias. Tenho impressão que as futuras lembranças da minha filha, no que tange à comida de mãe serão meus curries. Este aqui é mais um deles, muito saboroso, feito com koftas, essas almôndegas bem grandonas, mergulhadas num molho aromático de leite de coco e tomate, servidas com o arroz mais delicioso que conheço: basmati. Aqui curry é o termo genérico para a combinação de especiarias, pois a receita pede garam masala, o meu faço em casa, mas é encontrado pronto. Receita adaptada do livro Mincespiration!, do Dean Edwards.

kofta ao curry
kofta:
500g carne moída
½ cebola, picadinha
3 colheres (sopa) coentro picado (usei salsinha)
2 colheres (chá) garam masala
1-2 colheres (chá) chili em pó, a gosto
 sal e pimenta-do-reino preta

molho:
1 colher (chá) sementes de coentro
1 colher (chá) sementes de cominho
1 colher (chá) sementes de mostarda
azeite
1 ½ cebola, picada em meia-lua, fatias finas
4 dentes de alho, esmagados
1 pedaço de gengibre (3cm) picadinho
1 colher (sopa) garam masala
½ colher (chá) cúrcuma em pó
½ colher (chá) canela em pó
500ml passata de tomate
400ml leite de coco

Primeiro faça as koftas. Numa tigela coloque a carne moída, cebola, folhas de coentro, garam masala, chili em pó, sal e pimenta e misture bem. Molde 12 bolas de carne, mais ou meno do tamanho de bolas de golfe. Aqueça azeite numa panela grande (uso wok para esta receita), e coloque as koftas, deixe fritar por uns 5 minutos, até dourar. Retire da panela e reserve.
Para o molho, comece pelas especiarias. Numa panela, ou frigideira, seca coloque as sementes de coentro, cominho e mostarda, deixe 1 minuto para soltar os aromar, em seguida triture as sementes em um pilão, reserve. Na mesma panela que fritou as koftas, coloque um pouco mais de azeite, junte as cebolas, alho e gengibre e cozinhe por uns 10 min, ou até a cebola ficar macia. Adicione as sementes moídas, cozinhe por uns minutos. Junte a passata, leite de coco e deixe abrir uma leve fervura, coloque as koftas no molho e deixe cozinhar em fogo baixo por 40-50 minutos. Sirva com arroz branco.
serve: 4 porções

15.3.18

mousse de chocolate, perfeita


Arriscaria dizer que esta mousse é perfeita. Perfeita em doçura, cremosidade, "chocolacidade" (inventei a palavra agora!). Receita um pouquinho adaptada do livro Cook's Illustrated Cookbook.

mousse de chocolate
230g chocolate meio-amargo
2 colheres (sopa) cacau em pó
5 colheres (sopa) água
1 colher (sopa) conhaque (usei rum)
1 colher (chá) café solúvel
2 ovos grandes
6 colheres (sopa) açúcar
1 xícara + 2 colheres (sopa) creme de leite fresco

Numa tigela misture o chocolate, cacau, água, conhaque e café, derreta até formar um creme homogêneo (faço no microondas), deixe esfriar um pouco, então coloque as duas gemas e misture bem, reserve. Na batedeira bata as claras até formar picos bem suaves, junte 3 colheres de sopa de açúcar e bata até formar picos firmes. Coloque cerca de ¼ das claras batidas em uma tigela grande, adicione a mistura de chocolate e misture bem com uma espátula, Coloque as claras restantes e misture delicadamente com um fouet, misturando debaixo para cima do creme, quando ficar homogêneo, reserve. Com a tigela e batedores limpos novamente, coloque o creme de leite fresco, as 3 colheres (sopa) restante e bata até formar um ponto de chantilly firme. Novamente misture bem delicadamente com o fouet para incorporar o creme de leite. Coloque a mousse em tacinhas, ou tigelão e guarde em geladeira coberto com plástico filme.