quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

cobbler de mirtilos


Sobremesa de fruta para comer de colher, morninha, empoleirada no sofá. Posso dizer que cobbler é meu novo crumble no quesito comfort food. Estava de olho nesta receita faz um tempo, e nessa época do ano aparecem blueberries frescas no mercado, corri para aproveitar. Nesta receita cada caixinha daquela de 100g rendeu uma porção, e esta cor linda roxa que ficou, ainda me faz chamar a sobremesa de clubber :D
Esta é minha última postagem do ano, e aproveito para desejar a todos um ótimo Natal, e grandes realizações no próximo ano. Até lá!

1 ½ xícara (200g) mirtilos
½ colher (chá) baunilha
suco de meio  limão
3 colheres (sopa) açúcar, ou a gosto
¼ colher (chá) farinha de trigo
1 ½ colher (chá) manteiga, derretida

cobertura:
¾ xícara farinha de trigo
2 colheres (chá) fermento em pó
3 colheres (sopa) açúcar
2 colheres (sopa) manteiga
½ xícara leite


Unte levemente uma tigela refratária. Coloque os mirtilos, baunilha e suco de limão, e misture. Polvilhe por cima o açúcar e farinha, por último espalhe a manteiga derretida. Reserve.
Para a cobertura, numa tigela misture a farinha, fermento e açúcar. Coloque a manteiga, e esfregue com as pontas dos dedos, até formar uma farofa. Faça um buraco e despeje o leite, mexendo rapidamente, até absorver toda a mistura. A massa ficará bem líquida. Cubra e deixe descansar por 10 min.
Enquanto isso pré-aqueça o forno a 190ºC. Coloque a massa às colheradas sobre a mistura de blueberry, deixando algum espaço (o recheio vai borbulhar bastante e subir enquanto cozinha) entre as colheradas de massa. Se preferir polvilhe por cima um pouco de açúcar + canela antes de levar ao forno. Asse por 20-25min, ou até a massa ficar dourada. Deixe amornar antes de servir. Na geladeira dura por até 2 dias.
rendimento: serve 2 porções, coloquei em dois refratários com capacidade para 1 xícara cada.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

muffins de laranja e chocolate


Mais uma receita de muffin? Deveria renomear o blog logo para "Muffin de Quinta". Eu acho que muffin é uma das melhores coisas que inventaram nessa vida! Esta receita ficou um tempão anotada, entrava e saía da minha lista, até que decidi reservar algumas laranjas só para estes bolinhos. Pode ser da minha cabeça e paladar perturbados com as luzinhas natalinas, mas encanei que lembram chocottone, com certeza é por causa da laranja, se tivesse rum acho que ficaria mais parecido. Nota mental: colocar um pouco de rum na próxima vez.

210g farinha de trigo
2 colheres (chá) fermento em pó
½ colher (chá) sal
100g açúcar
¾ xícara chocolate meio-amargo picado (ou gotas)
110g manteiga
120ml suco de laranja
2 ovos
raspas de 1 laranja



Numa tigela peneire a farinha, fermento e sal. Adicione o açúcar, chocolate e misture bem. Numa outra tigela derreta a manteiga, e adicione o suco de laranja, ovos e raspas, misture. Combine as duas misturas, somente para incorporar, não bata demais. Coloque a massa em forminhas e leve ao forno pré-aquecido a 200ºC, até dourar e um palito sair seco.
Fiz meia receita acima e obtive 6 muffins.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

cookies de chocolate com pedaços de chocolate


Após uma breve arrumação na despensa, descubro que o pacotinho de cerejas secas que o marido me trouxe meses atrás estava prestes a vencer. Corri nos livros pra ver o que tinha de bom pra fazer com as cerejinhas e achei estes cookies no livro da Martha Stewart. No entanto, venho aos poucos tentando diminuir o consumo de açúcar em casa (na compra do mercado já percebo a mudança) e decidi fazer metade da receita e colocar só meia dúzia de cookies no forno e congelar o restante em duas partes - para ter somente mais meia dúzia por vez. Os cookies são super macios, com um sabor intenso de chocolate, mas achei as cerejas tão dispensáveis, a presença delas é bem discreta.  Por outro lado, talvez damasco seja um bom substituto. E a massa descongelada assa super bem.

1 ¼ xícara farinha de trigo
1 ¼ xícara cacau em pó
2 colheres (chá) bicarbonato de sódio
¼ colher (chá) sal
1 ¼ xícara manteiga, temperatura ambiente
1¼ xícara açúcar granulado
¾ xícara açúcar mascavo, aperte na xícara para medir
2 ovos grandes
¼ colher (chá) extrato de baunilha
330g chocolate meio-amargo, picado
250g cerejas secas (super opcional)


Pré-aqueça o forno a 180ºC e forre duas assadeiras com papel manteiga. Numa tigela peneire a farinha, cacau, bicarbonato e sal. Na tigela da batedeira coloque a manteiga, açúcar granulado e mascavo e bata até ficar fofo. Adicione os ovos e a baunilha, bata até combinar. Não bata demais. Adicione a mistura de farinha, batendo em velocidade baixa somente até incorporar tudo. Desligue a batedeira e com uma colher de pau adicione e misture o chocolate e as cerejas. Com a massa forme bolas com cerca de 1 colher de sopa cheia da massa, coloque na assadeira preparada, deixando uns 5cm de distâncias entre as bolinhas. Leve ao forno até ficar estufadinho e rachado, cerca de 9-11 min. Transfira os cookies para uma gradinha até esfriar completamente. Guarde em pote hermético por até 3 dias.
A massa crua pode ser congelada por até 1 mês, embrulhe em filme plástico, e depois em papel alumínio, deixe descongelar completamente em temperatura ambiente antes de assar.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

muffins snickerdoodles


Acho que em cada um dos meus livros gringos de culinária tem uma receita de snickerdoodles, um biscoito de baunilha enrolado com uma mistura de açúcar e canela. Apesar da profusão de receitas, ainda não preparei o biscoito de nome esquisito, mas quando vi esta receita de muffins, fiquei muito curiosa para experimentar o bolinho. A parte de passar a massa no açúcar é meio chatinha, especialmente no momento de colocar na forminha, no entanto, depois de assado, compensa bastante o trabalho extra! Receita daqui.

1 xícara manteiga
1 xícara açúcar
2 colheres (chá) baunilha
2 ovos
¾ colher (chá) bicarbonato de sódio
¾ colher (chá) fermento em pó
¾ colher (chá) cremor de tártaro
¾ colher (chá) noz-moscada
½ colher (chá) canela em pó
1¼ xícara sour cream*
2 ¼ xícaras farinha de trigo
2/3 xícara açúcar + 2 colheres (sopa) canela em pó, misturados

Bata a manteiga + açúcar até ficar cremoso, por 3 min. Adicione a baunilha e os ovos, misture um a um, até incorporar. Numa tigela separada, misture a farinha, bicarbonato, fermento, cremor de tártaro, noz moscada e canela. Adicione esta mistura aos ovos, alternando com o sour cream. Com o auxílio de uma colher de sorvete pegue um pouco da massa (a quantidade deve ser cerca de ¾ da capacidade da forminha), passe-a pela mistura de açúcar e canela, coloque na forminha e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC, até dourar e um palito sair seco.
*para o sour cream, misture 1 xícara de leite, ou creme de leite, com 1 colher (sopa) de limão ou vinagre de maçã.
rendimento: fiz meia receita acima e obtive 10 muffins, feitos em forminhas com capacidade para 1/3 xícara.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

bolo caramelado de mandioca


Fiz este bolo para minha mãe, já que não leva nada de farinha, nem para untar a forma é necessário usar farinha de trigo! Fiquei meio desconfiada pois a mandioca é usada crua, mas deu super certo, fica com uma consistência quase de pudim, bem cremosinho. E gelado é uma delícia! A receita encontrei na embalagem do Doçúcar, aquele açúcar granulado da União.

bolo:
200ml leite
2 ovos
200ml leite de coco
800g mandioca crua, picada
80g queijo ralado
80g coco ralado fresco (se usar o seco, deixe hidratar com ½ xícara água fervente)
90g manteiga, amolecida
1 colher (sopa) fermento em pó
2 ½ xícara (400g) açúcar refinado

calda:
2 xícaras (380g) açúcar granulado
200ml água

Comece pela calda. Coloque numa panela o açúcar + água e leve para ferver, até formar o ponto de caramelo. Espalhe a calda sobre o fundo e lateral de uma forma redonda de furo no meio de 24cm de diâmetro*. Reserve.
Para o bolo, coloque no liquidificador o leite, ovos, leite de coco e mandioca e bata bem (fiz no processador, e deixei a mandioca bem picadinha). Numa tigela grande misture o queijo, coco raldo, manteiga, fermento e açúcar, mexa bem para a manteiga incorporar. Adicione aos poucos a mistura reservada. Coloque a massa na forma com o caramelo, e leve ao forno pré-aquecido a 200ºC, o palito deverá sair seco, cerca de 1h. Desenforme depois de frio.
*fiz meia receita, coloquei numa forma redonda de 20cm, com furo no meio.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

torta fácil de maçãs


Dias atrás o marido pediu algum docinho feito com maçãs, enrolei um pouco até fazer, dizendo que as maçãs estão fora de época, miúdas e caras. Na verdade era preguiça, pois pesquisei algumas receitas, e todas me pareceram trabalhosas demais... Até que me lembrei desta torta, fazia quase todo final de semana logo que me casei, e de tanto comer, enjoamos um pouco, ficando esquecida na lista de opções. Bom, a torta atendeu todos os requisitos: maçã + fácil + saborosa = barriga cheia.  

½ xícara manteiga, amolecida
1 xícara açúcar
2 ovos grandes
1 xícara farinha de trigo
1 colher (chá) fermento em pó
1 colher (chá) baunilha
1 ½ xícara de maçãs cortadas em cubinhos
1 colher (sopa) açúcar + canela em pó a gosto, misturados



Na batedeira coloque a manteiga e açúcar, bata até ficar cremoso. Adicione os ovos, um a um. Coloque a farinha e fermento, já previamente combinados e peneirados, e a baunilha. Não bata demais, somente para incorporar. Coloque a massa numa forma redonda de 22cm*, untada e polvilhada com farinha nas laterais, e forrada com papel manteiga no fundo (passe mais manteiga por cima do papel) - a massa é pesada, então nivele com uma colher para ficar uniforme. Despeje a fruta picada, e por cima polvilhe o açúcar com canela. Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC, até um palito sair seco. Desenforme depois de frio.
* Fiz 2/3 da receita acima e coloquei numa forma redonda de 20cm com fundo removível.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

sorvete de framboesa e chocolate


Bom, já que a semana começou com torta de chocolate, por que não continuar assim e postar mais uma receitinha chocolatosa? Com o calor chegando, sorvetes são bem-vindos,  no entanto achei que este cairia muito bem num dia de inverno - tenho lá minha mania de tomar sorvete no frio. Fica bem cremoso, o chocolate e a framboesa combinam muito bem, e ao mesmo tempo dá pra sentir o sabor de cada um. A receita é deste livro.

1 ½ xícara (375ml) creme de leite fresco
2/3 xícara (130g) açúcar
5 colheres (sopa) - 40g - cacau em pó
2 xícaras (240g) framboesas - usei congelada

Numa panelinha coloque para aquecer o creme de leite, açúcar e cacau em pó. Deixe em fogo baixo, mexendo sempre, assim o cacau se dissolverá por completo, até abrir fervura. Desligue o fogo, acrescente as framboesas e reserve por 10min. Coloque a mistura no liquidificador, se preferir passe o líquido por uma peneira, para remover as sementinhas de framboesa. Leve à geladeira por algumas horas. Coloque a mistura na sorveteira e proceda conforme  as instruções do fabricante.
Rendimento: 750ml.

terça-feira, 30 de novembro de 2010

torta de chocolate e amendoim caramelado


Percebi que passei o mês inteiro sem postar nenhuma receita com chocolate. Não pode! Como vou manter minha fama de chocólatra desse jeito? Verdade que não tenho feito muita coisa com chocolate e meu jeito de comer mudou nos últimos meses. Essa torta fiz há um tempão, era para ser sobremesa de um almoço em família, o almoço não rolou, mas as lombrigas ficaram atiçadas demais com a torta, o jeito foi fazê-la. Devo dizer que as fotos não fazem jus à qualidade da torta. Receita daqui.

massa:
1 ½ xícara farinha de trigo
½  xícara açúcar de confeiteiro
¼ colher (chá) sal
115g manteiga, bem gelada e cortada em pedacinhos
1 gema grande

recheio de caramelo:
½ xícara creme de leite
½ açúcar, peneirado
1 colher (sopa) glucose de milho (karo)
2 colheres (sopa) manteiga com sal, cortada em pedaços, temp. ambiente
pitada de sal, caso usar a manteiga sem sal
¾ xícara amendoim torrado, sem casca 

ganache:
225g chocolate meio-amargo, picadinho
1 xícara + 2 colheres (sopa) creme de leite
4 colheres (sopa) manteiga sem sal


No processador de alimentos coloque a farinha, açúcar e sal, pulse algumas vezes para misturar tudo. Coloque os pedacinhos de manteiga e processe até virar uma farofa grossa. Desmanche a gema, e coloque-a aos pouquinhos no processador ligado, até formar uma massa. Retire do processador e amasse um pouco para ficar mais homogênea. Pressione a massa numa forma redonda de 22cm (usei de 24cm) até cobrir tudo, e leve ao freezer por 30min antes de assar em forno pré-aquecido a 180ºC, coberta com papel alumínio. Se você deixar a massa no freezer, não é necessário colocar pesinhos sobre o papel alumínio. Asse por cerca de 25min, retire o alumínio, e deixe no forno por mais 8min, ou até dourar. Coloque numa gradinha para esfriar, e só empregue o recheio depois de esfriar completamente.
Para fazer o caramelo, leve o creme de leite para ferver. Enquanto isso, numa panelinha coloque 3 colheres (sopa) de açúcar e leve ao fogo médio até o açúcar derreter. Quando derreter, mexa com uma colher de pau e coloque mais 3 colheres (sopa) do açúcar, deixe derreter novamente, então adicione as 2 colheres restantes, neste ponto, o açúcar já estará quase com a cor de caramelo. Acrescente a glucose de milho, e deixe ferver até adquirir a coloração dourada de caramelo. Com cuidado,  adicione a manteiga e sal (se usar), neste ponto, vai borbulhar bastante, é normal, e mexa bem. Em seguida adicione o creme de leite aquecido e abaixe o fogo, deixando o caramelo ferver por cerca de 2min. Deixe o caramelo esfriar enquanto prepara a ganache.
Coloque o creme de leite para aquecer, enquanto o chocolate derrete (eu faço no microondas). Despeje metade do creme de leite sobre o chocolate derretido e mexa cuidadosamente para combinar, fazendo movimentos circulares. Coloque o restante do creme de leite, fazendo o mesmo movimento, por último acrescente a manteiga, picada em pedaços, colocando um pedaço por vez. Não mexa demais a ganache, somente o necessário para combinar os ingredientes, assim ficará mais cremosa e macia. Cubra a ganache com filme plástico e deixe esfriar até chegar à temperatura ambiente.
Misture o amendoim ao caramelo (se o caramelo estiver muito frio, aqueça rapidamente, pois será mais fácil misturar), então despeje sobre a massa já fria, cobrindo toda a superfície. Coloque na geladeira por 15min, para firmar o caramelo. Do mesmo modo, se a ganache estiver mais espessa, aqueça um pouco e coloque sobre a torta, nivelando bem. Deixe na geladeira por 30min, e sirva a temperatura ambiente.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

bolo simples de limão siciliano


Fiz este bolinho para marcar minha volta à cozinha, o que significa recuperação da cirurgia que fiz recentemente. Ainda estou na fase de poder realizar somente esforço "leve a moderado", então escolhi um bolo em que fosse necessário o uso da batedeira ;)
Há tempos estava com vontade de comer um bolo simples de limão, quando me deparei com esta receita não tive dúvidas que faria o quanto antes. Aqui diminuí um pouco a quantidade de manteiga (no meu atual sedentarismo convalescente economizar qualquer caloria é bem-vindo), e ainda assim resultou num bolo super fofinho, daquele que praticamente desmancha na boca. Ah, pena que já acabou...

320g açúcar
3 ovos
raspas de 2 limões sicilianos
350g farinha de trigo
1 ½ colher (chá) fermento em pó
1 colher (chá) sal
250ml leite integral
½ colher (chá) extrato de baunilha
200g manteiga sem sal, derretida

calda:
raspas e suco de 1 limão
50g açúcar
100ml água

Pré-aqueça o forno a 170ºC. Unte com manteiga  e polvilhe com farinha uma forma de bolo inglês de 23 x 13 cm. Na batedeira coloque o açúcar, ovos e raspas de limão, bata bem. Peneire a farinha, fermento e sal. Numa tigela misture o leite e baunilha. Com a batedeira ligada, coloque cerca de um terço da misture de farinha, intercalando com leite, até adicionar toda a farinha e leite. Bata até a mistura ficar clarinha e fofa (ou até formar bolhas na massa). Diminua a batedeira para velocidade baixa e adicione a manteiga derretida, bata bem até incorporar. Coloque a massa na forma e leve ao forno, cerca de 1h15, ou até dourar e um palito sair seco.
Enquanto o bolo assa prepare a calda. Coloque todos os ingredientes numa panelinha, mexa bem e leve ao fogo baixo, deixe ferver até a mistura reduzir pela metade ou adquirir uma consistência de xarope.
Coloque a calda sobre o bolo ainda quente. Deixe o bolo esfriar completamente antes de desenformar.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

muffins de parmesão, azeitonas e tomilho


Vocês já devem ter percebido como eu gosto de muffins. Eles são super fáceis de fazer, práticos para transportar e ainda ficam bonitinhos! Esta é a segunda vez que preparo a versão salgada - não gostei muito do resultado da primeira vez. E estes ainda levam azeitonas pretas! Nada demais, se eu não passasse minha vida toda desprezando as pobres azeitonas, mas finalmente me rendi a elas. Adaptei um pouco, fiz meia receita, coloco as medidas de como eu fiz. A receita original está aqui.

150g farinha de trigo com fermento*
40g farinha de trigo
pitada de sal
75g azeitonas pretas, picadas
40g parmesão ralado
½ colher (sopa) tomilho seco
1 ovo
125ml leite (usei semi-desnatado)
65g manteiga derretida

Numa tigela coloque as farinhas peneiradas e sal. Misture as azeitonas, queijo e tomilho, mexa bem. Numa tigela pequena, misture o ovo, leite e manteiga, deixe bem misturado. Combine as duas misturas e coloque a massa nas forminhas, enchendo ¾ da capacidade das forminhas, polvilhe um pouco de queijo sobre a massa. Leve ao forno pré-aquecido a 200ºC até dourar, faça o teste do palito.
rendimento: 9 muffins em forminhas com capacidade para 1/3 xícara.
*para 1 xícara de farinha, misture 1 colher (chá) fermento em pó, ¼ colher (chá) bicarbonato de sódio e ¼ colher (chá) sal.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

madeleines de limão e baunilha


A minha cozinha anda devagar, e eu também caminho bem devagar por ela. Semana passada passei por uma cirurgia, coisa simples mas que exige repouso, por isso não tenho feito nada ultimamente - estou morrendo de vontade de bater um bolinho! Mas ainda é melhor eu ficar quietinha para evitar qualquer complicação. Estas madeleines fiz há bastante tempo, confesso meio envergonhada que comi quase todas, foi a minha primeira fornada e estava muito boa! Receita do livro da Dorie.

2/3 xícara farinha de trigo
¾ colher (chá) fermento em pó
pitada de sal
½ xícara açúcar
raspas de 1 limão
2 ovos grandes, temperatura ambiente
2 colheres (chá) baunilha
6 colheres (sopa) manteiga, derretida e fria
açúcar de confeiteiro, para polvilhar

Misture a farinha, fermento e sal. Na tigela da batedeira misture o açúcar e as raspas de limão e esfregue com os dedos, até soltar os aromas. Adicione os ovos e na batedeira bata até ficar uma mistura clara, por 2-3min, adicione a baunilha. Com uma espátula, coloque delicadamente os ingredientes secos, em seguida adicione a manteiga derretida. Cubra a tigela com filme plástico e leve à geladeira no mínimo por 3 horas (no máximo por 2 dias, eu deixei por uma noite). Pré-aqueça o forno a 200ºC, unte com manteiga as cavidades da forma e distribua a massa às colheradas. Leve ao forno por 11-13 min ou até dourar. Retire do forno e desenforme com o auxílio de uma faca. Deixe em gradinhas até esfriar. Polvilhe com açúcar de confeiteiro depois de frio.


terça-feira, 16 de novembro de 2010

quiche de alho-poró e cogumelos


Não tinha intenção de fazer esta quiche, até que trouxe para casa muito mais alho-poró e cogumelos que estava preparada para consumir. Mais alguém compra comida por impulso? Em minha defesa digo que estavam tão bonitos e baratos que foi difícil resistir : D
Para a massa, procurei uma receita que se acomodasse ao tamanho da minha forma, e encontrei esta, mais uma vez substituindo uma parte da farinha branca pela integral. O recheio é uma receita-base que uso para todas as quiches, e o queijo de coalho... era porque estava sobrando na geladeira, rs.

massa:
1 xícara farinha de trigo
½ xícara farinha de trigo integral
70g manteiga, gelada e cortada em cubinhos
1 ovo
2 colheres (sopa) água gelada
pitada de sal

recheio:
2 talos de alho-poró, só a parte branca
2 colheres (sopa) azeite
200g cogumelos Paris fresco
200ml creme de leite (1 caixinha)
3 ovos
2 colheres (sopa) cebolinha
1 bastão de queijo de coalho
sal, pimenta do reino e noz-moscada, a gosto

Comece pela massa, colocando as farinhas e sal no processador, pulse para combinar. Coloque o ovo e processe até formar uma farofa. Então coloque a manteiga e deixe o aparelho ligado, adicionando a água aos pouquinhos, até formar uma massa homogênea. Retire e amasse algumas vezes. Embrulhe em filme plástico e leve à geladeira por 30min. Abra a massa sobre uma superfície enfarinhada, coloque a massa numa forma redonda de 24cm (a quantidade de massa é exata para o tamanho da forma), e leve novamente à geladeira por 15min. Coloque em forno pré-aquecido a 180ºC por 7-8min, assim a massa não ficará muito úmida depois de receber o recheio.
Para o recheio aqueça o azeite e coloque o alho-poró fatiado, cozinhe em fogo baixo até murchar, mexa de vez em quando e coloque sal e pimenta. Fatie os cogumelos, coloque numa tigela e cubra com água fervente, para escaldar, deixe alguns minutos. Numa tigela grande bata ligeiramente os ovos, adicione o creme de leite e misture. Coloque o alho-poró e o cogumelo - já frios - o queijo de coalho ralado e a cebolinha. Tempere com sal, pimenta e a noz-moscada ralada na hora. Coloque a mistura sobre a massa e leve ao forno pré-aquecido a 200ºC, por 30min, ou até dourar.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

friands de pecãs e cranberries


Vocês já devem estar fartos de tantas receitas com pecãs, mas eu comprei uma quantidade grande, e a durabilidade delas é incrível. Ainda tenho um outro tantinho reservado para outra receita num futuro próximo. Estes friands ficaram fantásticos (sim, merece um adjetivo desses!) e ainda tive outra cobaia, além das minhas habituais. Fico feliz que tenha gostado, Quéroul.
Nesta receita diminuí um pouco a quantidade de manteiga, mesmo assim ficou bem macio, e apesar de não ter feito, aconselho a polvilhar um pouco de farinha, além de untar as forminhas, pois alguns quebraram para sair da forma, e só retire depois de frios. Receita daqui.

1 ½ xícara açúcar de confeiteiro
½ xícara farinha de trigo
1 xícara pecãs, picadinhas
¾ xícara cranberries secas, picadinhas
6 claras
185g manteiga, derretida
açucar de confeiteiro, para polvilhar



Pré-aqueça o forno a 180ºC, unte com manteiga forminhas de muffins. Numa tigela peneire o açúcar e a farinha, acrescente as pecãs e cranberries picadinhas (cerca de ½ xícara, reserve outra parte). Noutra tigela bata ligeiramente as claras, com um garfo, somente até espumar. Adicione as claras à mistura seca, mexa bem, e por último coloque a manteiga derretida, mexa até homogeneizar. Distribua a massa nas forminhas preparadas, enchendo cerca de 2/3 das formas, coloque o restante das cranberries por cima, e leve ao forno por 15-20min, ou até dourar e um palito sair seco. Retire do forno e deixe esfriar sobre uma gradinha, desenforme com cuidado. Polvilhe com açúcar de confeiteiro.
Fiz meia receita acima, e consegui 8 bolinhos.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

muffins de cenoura e maçã


Eu fiz estes muffins muito desconfiada do resultado. Meu pensamento era, isso tá mais pra um salpicão doce sem frango (??). Sim, algumas receitas natalinas já povoam minha mente. Depois de posto no forno, começou a assar e o aroma de canela invadiu a cozinha, deixei de ficar desconfiada e passei a esperar com ansiedade para provar. Fica delicioso e todos os sabores combinam lindamente. Coloco a receita original, no entanto, fiz algumas modificações, omiti o coco ralado porque não tinha, por isso dobrei a quantidade de maçã, e troquei pecãs por amêndoas. Receita adaptada daqui.

2 xícaras farinha de trigo
2 colheres (chá) bicarbonato de sódio*
2 colheres (chá) canela em pó
¼ colher (chá) sal
1 ¼ xícara açúcar
2 xícaras cenoura ralada
½ xícara pecãs picadas - usei amêndoas
½ xícara uva-passa - usei a clara
¼ xícara coco ralado adoçado (não coloquei)
3 ovos grandes
1 xícara óleo de milho
2 colheres (chá) baunilha
1 maçã Granny Smith,  ralada



Numa tigela grande, peneire a farinha, fermento, canela e sal, misture e coloque o açúcar. Adicione a cenoura ralada no ralo grosso, pecãs, passas e coco. Misture bem. Noutra tigela misture os ovos, óleo, baunilha. Descasque a maçã e passe pelo ralo grosso, adicione à mistura de ovos. Combine as duas misturas. Coloque em forminhas, leve ao forno pré-aquecido a 180°C, por 25min, ou até um palito sair seco.
Fiz meia receita e rendeu 11 muffins em forminhas com capacidade para 1/3 xícara cada.
*quando fui olhar a receita original, percebi que anotei fermento em pó, e deve ser bicarbonato de sódio, apesar da confusão, meus muffins cresceram com fermento, talvez sem todo o esplendor que cresceriam com bicarbonato :S

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

crumble de maçã e pecãs


Neste feriado fez dias quentes e noites frias, e aproveitei uma dessas noites para preparar novamente este crumble, enquanto assitia um filme de pijama no sofá. Tem coisa melhor?
Adaptei as quantidades da receita, me parecia doce demais, e vocês já devem ter percebido que apesar de adorar doces, não gosto deles carregados no açúcar. Receita adaptada daqui.

3 maçãs (usei Gala)
2 colheres (chá) açúcar
pitada de canela

cobertura:
1/3 xícara pecãs, picadas
1/3 xicara farinha de trigo
¼ xícara açúcar mascavo
pitadas de sal, noz-moscada e pimenta-da-jamaica
35g manteiga, derretida e fria

Unte um refratário e espalhe as maçãs cortadas em cubinhos, polvilhe a canela e o açúcar. Para a cobertura, misture as pecãs, farinha, açúcar mascavo, sal, noz moscada e pimenta-da-jamaica. Coloque a manteiga derretida e misture bem. Então, coloque esta farofinha por cima das maçãs e leve ao forno  - pré-aquecido a 180ºC - coberto com uma folha de papel alumínio, até começar a borbulhar, cerca de 30-40min.
rende 2 porções.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

torta alla gianduia


Depois de uma certa idade, não lembro direito qual, meus aniversários passavam em branco por mim: vontade nula para comemorar, e por essas idiossincrasias inexplicáveis, eu adoro os aniversários dos outros. Daí que há alguns anos, meu único momento especial é escolher e fazer um bolo que seja inteiramente do meu agrado, só com coisas que eu gosto. Foi assim que nasceu este bolo de chocolate e avelãs. Devo dizer que este é um bolo para quem é tarado por chocolate! Acho que é um dos bolos mais "fortes" que já provei, um pedacinho de "dois dedos" já é mais que suficiente para saciar a vontade. E o melhor da história: o bolo fica mais gostoso com o passar dos dias, em casa durou quase uma semana e se manteve super úmido. Achei que se parece bastante com este, mas ainda melhor. A receita é deste livro da Nigella.

6 ovos, claras e gemas separadas
pitada de sal
½ xícara (100g) manteiga, amolecida
390g Nutella
1 colher (sopa) rum
½ xícara (130g) avelãs moídas
112g chocolate meio-amargo, derretido

cobertura:
112g avelãs sem casca
1/3 xícara creme de leite
1 colher (sopa) rum
112g chocolate meio-amargo


Bata as claras com o sal, até ficar firme, mas não muito seco. Numa tigela grande misture a manteiga e Nutella, mexa bem. Em seguida adicione as gemas, rum e avelãs moídas. Misture bem, e por último coloque o chocolate derretido. Pegue cerca de ¼ das claras em neve, e coloque na mistura de chocolate, mexa vigorosamente. Já o restante das claras, coloque em três vezes, misturando para incorporar - como se fosse mousse.  Coloque a massa numa forma redonda de 23cm*, untada com manteiga e forrada no fundo e laterais com papel manteiga, e untada novamente. Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por 40 min, ou até que as bordas da massa se desprenda da forma. Retire do forno, coloque numa gradinha para esfriar. Enquanto isso, prepare a cobertura.
Coloque as avelãs numa frigideira e deixe tostar, em fogo médio. É importante revirar sempre a panela, para as avelãs tostarem por inteiro. Também pode ser feito no forno. Uma vez tostadas, coloque sobre um pano, cubra e esfregue vigorosamente para as cascas se soltarem. Deixe esfriar.
Coloque numa panelinha o chocolate picado, creme de leite e rum, leve ao fogo para o chocolate derreter. Deixe esfriar um pouco, mexendo de vez em quando.
Desenforme o bolo, cubra com a ganache e espalhe as avelãs por cima.
*fiz 2/3 da receita, e coloquei numa forma redonda de 20cm de fundo removível, e a quantidade de massa foi exata para o tamanho do forma.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

scones de aveia e laranja


Mais uma receita que cai bem no café-da-manhã. Apesar de saber que é a refeição mais importante do dia, o mais comum é acordar sem apetite algum, aí sempre procuro algumas opções para driblar a falta de apetite. Nestes scones troquei uma parte da farinha branca pela integral, fica um pouco mais seco, mas passar um pouco de alguma geléia deixaram os scones bem equilibrados e saborosos. Receita deste livro.

8 colheres (sopa) manteiga, gelada
2/3 xícara de aveia em flocos
1 xícara farinha de trigo
½ xícara farinha de trigo integral
2 colheres (chá) fermento em pó
½ colher (chá) sal
1 colher (sopa) açúcar
2 colheres (chá) raspas de laranja
2/3 xícara creme de leite
1 ovo grande
½ xícara cranberries secas (opcional, ou use outra frutinha seca)

para cobrir os scones:
2 colheres (sopa) creme de leite
1 colher (sopa) açúcar

Corte a manteiga em pedaços de 1cm, e mantenha na geladeira. Coloque a aveia no processador de alimentos, e pulse até ficar fino (ou use ½ xícara da aveia mais fina). Adicione as farinhas, fermento, sal, açúcar e raspas de laranja. Pulse até misturar bem. Coloque a manteiga cortada e deixe o processador ligado até formar uma farofa úmida. Numa tigela grande, misture o ovo e o creme de leite. Acrescente a mistura da farinha à mistura do ovo, e misture para combinar, mas não mexa demais a massa. Neste ponto, coloque as cranberries e misture. Sobre uma superfície enfarinhada, abra um disco com a massa, de aproximadamente 18cm, corte em 6 pedaços. Pincele os pedaços de massa com o creme de leite e polvilhe com açúcar. Disponha os scones numa assadeira forrada com papel manteiga e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por 30min, ou até ficar dourado.
rendimento: 6 scones

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

galette de batata, cebola e gruyère


Fiquei um tempão de olho nesta galette, no livro tem uma foto tão bonita dela, que sempre me deixava com vontade, afinal, tem tudo o que eu gosto e não poderia dar muito errado. Exceto pela massa. Esta massa é  farelenta quando crua e quebradiça depois de assada, no entanto, fica muito saborosa. Não tentem fazer como eu, que para apressar o almoço coloquei a massa no freezer, quando deveria ficar na geladeira, resultado: quando fui levantar as bordas a massa quebrou (que óbvio!), tentei "colar" com o ovo na hora de pincelar. Mas apesar da minha trapalhada, a galette ficou bem saborosa. Receita deste livro.

massa:
100g manteiga, gelada
3 a 4 colheres (sopa) água gelada
1 ¼ xícara farinha de trigo
¼ colher (chá) sal

recheio:
1½ colher (sopa) azeite + 1 colher (sopa) para finalizar
1 cebola grande, finamente fatiada
½ colher (chá) de tomilho ou alecrim frescos (usei tomilho seco)
¼ colher (chá) sal
pimenta-do-reino a gosto
100g queijo gruyère, grosseiramente picado
2 batatas grandes - cerca de 450g, lavadas e cortadas em fatias finas de 0,5cm
1 ovo, ligeiramente batido



Corte a manteiga em cubinhos, coloque num prato e leve ao freezer por pelo menos 20 min. Na tigela do processador de alimentos, coloque a farinha e sal, processe por 10seg até combinar bem. Adicione a manteiga e pulse 6 a 10 vezes, até a mistura apresentar pedacinhos bem pequenos de manteiga. Retire do processador e adicione a água aos poucos, vá amassando com as mãos até que a massa fique unida, mas ainda alguns farelos irão se espalhar: este é o ponto da massa. Amasse mais um pouco, umas 6 vezes, não amasse demais. Abra a massa com um rolo, formando um círculo de aproximadamente 30cm, coloque sobre uma assadeira (eu forrei a assadeira com papel alumínio, facilita para retirar a galette da assadeira depois de pronta) e leve à geladeira por 1 hora. Enquanto isso prepare o recheio.

Numa panela aqueça 1 ½ colher (sopa) de azeite, adicione a cebola e deixe cozinhar por 8-10min, mexendo de vez em quando, até a cebola murchar e ficar douradinha, mantenha o fogo baixo, misture sal, pimenta e tomilho, mexa bem. Deixe esfriar. Depois de frio, numa tigela grande, misture a cebola, batata e o queijo, regue com mais azeite, se for necessário coloque mais sal e pimenta.

Retire a massa da geladeira, coloque o recheio por sobre o centro da massa. Levante as bordas da massa, uns 3-4cm, e dobre para dentro. Tente "empurrar" o recheio para dentro das bordas, se não estiver bem espalhado. Pincele o ovo batido na borda da massa, e leve ao forno pré-aquecido a 200ºC, por 45-50min, ou até a massa dourar e as batatas ficarem macias - teste com uma faca. Deixe esfriar por 5-10min antes de servir.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

madeleines de laranja-cardamomo


Antes de tudo, queria agradecer demais os comentários deixados no post anterior, fiquei emocionada com as palavras de vocês. Muito obrigada pelo carinho, de coração!
Sobre a receita, estava com muita vontade de experimentar madeleines, e não tinha a forma. Até que o marido trouxe de viagem, e rolou uma certa tensão porque quando fui testar no forno, quase-quase não cabia, a forma só permite fechar o forno se estiver na diagonal, não é o ideal, mas é o que tem pra hoje. Melhor do que pedir emprestado fornos alheios para assar os bolinhos ;)
Fiz antes a "tradicional" - em breve postarei aqui - e estas ficaram muito saborosas, ainda mais porque adoro a combinação laranja + cardamomo. Receita da tia Martha.

4 colheres (sopa) manteiga
1 colher (sopa) mel
¾ xícara farinha de trigo
1 colher (chá) fermento em pó
1 pitada de sal
¾ colher (chá) cardamomo em pó
¼ xícara açúcar
2 ovos

glacê:
¾ xícara açúcar de confeiteiro, peneirado
1 colher (chá) raspas de laranja
2 colheres (sopa) suco de laranja

Derreta a manteiga e misture o mel, mexa bem e deixe esfriar por 10 min. Numa tigela misture a farinha, fermento, sal e cardamomo. Adicione o açúcar, ovos e misture bem. Por último coloque a manteiga + mel e mexa até ficar homogêneo. Cubra e leve à geladeira por 30min. Prepare a forma de madeleines, untando com manteiga, e coloque a massa às colheradas, não se preocupe em nivelar, pois a massa se acomoda ao molde com o calor do forno. Leve ao forno pré-aquecido a 170ºC por 7-8min, ou até dourar. Densenforme e coloque numa gradinha para esfriar.
Para o glacê, misture todos os ingredientes, deve ficar firme e opaco, mas não muito ralo. Depois que as madeleines esfriarem, espalhe o glacê no lado do desenho de conchinhas, espere 15min até o glacê secar.
rendimento: 12 bolinhos

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

muffins de limão siciliano e papoulas


Andei sem muita noção do tempo nas últimas semanas, ora parecia que o tempo acelerou, ora pensava que as semanas se arrastaram. Fato é que pouco cozinhei recentemente, falta de ânimo, de interesse, e a dor por ter uma ferida aberta e pulsante: meu pai faleceu há pouco mais de um mês. Bom, aprendi que o mundo não pára pra gente juntar os cacos quando a gente se quebra em mil pedacinhos, então este é mais um recomeço dos tantos que passei recentemente. E também não tem outro jeito senão andar pra frente, e se tinha uma coisa que meu pai não gostava era ver minha cara triste... e eu achava a maior graça quando ele perguntava se os docinhos que levava para ele foram comprados na padaria pelo caminho ;)
Como faz um tempo que fiz a maioria das (próximas) receitas, e deixei as fotos guardadas, nem sempre lembrarei de todas as impressões. Mas desde sempre, tudo o que publico aqui foi porque gostei e achei que seria legal compartilhar. Estes muffins agradaram bastante, são perfeitos para o café da manhã, não testei, mas devem ficar bons com limão tahiti e sem as papoulas. Receita desse livro.

2/3 xícara açúcar
raspas e suco de 1 limão siciliano
2 xícaras farinha de trigo
2 colheres (chá) fermento em pó
¼ colher (chá) bicarbonato de sódio
¼ colher (chá) sal
¾ xícara sour cream*
2 ovos grandes
1 colher (chá) extrato de baunilha
8 colheres (sopa) manteiga, derretida e fria
2 colheres (sopa) sementes de papoulas

Numa tigela grande misture o açúcar e as raspas de limão, e esfregue com as pontas dos dedos até o açúcar ficar aromatizado. Misture então a farinha, fermento, bicarbonato e sal. Numa outra tigela misture o suco de limão, sour cream, ovos, baunilha e manteiga. Combine as duas misturas, e por último adicione as sementes de papoula. Distribua a massa entre as forminhas e leve ao forno pré-aquecido a 200ºC por 18-20 min, ou até que os muffins estejam assados, faça o teste do palito. Deixe esfriar completamente e só então coloque a cobertura.
Para o glacê misture o açúcar de confeiteiro e 1 ½ colher (sopa) do suco de limão, mexa bem e coloque mais suco aos poucos, sempre misturando bem, o glacê deve ficar um pouquinho grosso, se ficar muito ralo vai escorrer pelos bolinhos.
*para o sour cream, misture 1 xícara de leite, ou creme de leite, com 1 colher (sopa) de limão ou vinagre de maçã.
rendimento: 12 muffins.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

muffins de chocolate com lascas de amêndoas


Estes muffins são muito fáceis de preparar, não precisa de nenhum "pré-requisito culinário", basta a operação secos + molhados e tá pronto. Ainda são bem fofinhos e pouco doces, se quiser pode colocar chocolate ao leite para ficar mais docinhos, e em alguns reguei com um pouco de Baileys, e ficaram ainda melhores. Receita daqui.

2 xícaras farinha de trigo
1 ½ xícara açúcar
½ xícara cacau em pó
2 colheres (chá) fermento em pó
½ colher (chá) bicarbonato de sódio
¼ colher (chá) sal
1 ¼ xícara leite integral
2 colheres (sopa) óleo - usei de girassol
1 ovo
1 colher (chá) baunilha
1 xícara gotas de chocolate meio-amargo
2-4 colheres (sopa) lascas de amêndoas
açúcar granulado

Numa tigela grande misture a farinha, açúcar, cacau em pó, fermento, bicarbonato e sal. Noutra tigela média, misture o leite, óleo, ovo e baunilha. Combine as duas misturas, mexendo somente até incorporar. Adicione o chocolate. Coloque a massa em forminhas, polvilhe o açúcar e as lascas de amêndoas. Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por 20-25min, ou até um palito sair seco.
rendimento: 18 muffins, em forminhas com capacidade para 1/3 xícara.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

homus


Passa muito tempo em que eu fico sem comer algo, aí de repente eu preparo e não quero saber de outra coisa. Ultimamente aconteceu isso com o humus, já é a segunda vez na semana que preparo, e acaba virando prato único! É realmente uma chatice ficar tirando casquinha de um por um do grão-de-bico, mas garanto que o resultando compensa.

1 xícara grão-de-bico
3 dentes de alho, retire o miolo
¼ xícara tahine
½ xícara suco de limão
¼ xícara água gelada
sal a gosto
azeite

Deixe o grão-de-bico de molho, de um dia para o outro. Cozinhe com um pouco de sal, e ainda morno, retire a casca. Coloque o grão-de-bico no processador de alimentos com os dentes de alho e mais um pouco de sal. Se for necessário, use um pouco da água do cozimento para deixar mais cremoso. Misture o tahine, suco de limão e água. Adicione ao purê de grão-de-bico e misture bem, acerte o sal e regue com um pouco de azeite. Cubra e leve à geladeira até o momento de servir.

terça-feira, 31 de agosto de 2010

amanteigados de pecãs


Por mais que eu seja fã de cookies enormes, cheios de gotas de chocolate e tudo mais... este é meu tipo de biscoitinho preferido: pequenino, crocante e desmancha na boca. Fiquei em dúvida se gostei mais da versão com amêndoas, ou destas com noz-pecã, acho que esta ficou ainda melhor. Ah, congelei uma parte da massa crua, e deixei em temperatura ambiente para descongelar, e ficaram igualmente crocantes depois de assado. Nunca tinha feito esse teste antes, deu super certo. Receita daqui.

1 xícara pecãs
¼ xícara açúcar
1 xícara menos 1 colher (sopa) farinha de trigo
¼ colher (chá) sal
pitada de canela (opcional)
8 colheres (sopa) manteiga, temperatura ambiente
1 colher (chá) extrato de baunilha
açúcar de confeiteiro, peneirado



No processador de alimentos, coloque as pecãs + 1 colher (sopa) açúcar e deixe o aparelho ligado até as pecãs ficarem finamente moídas. Retire do processador. Coloque a farinha, sal e canela, e pulse somente para combinar.  Coloque a manteiga, o açúcar restante e baunilha e processe por 30 segundos, ou até ficar bem combinado. Coloque as pecãs moídas à mistura e pulse rapidamente, somente até formar uma massa. Não deixe misturar por muito tempo, assim o biscoitinho ficará mais aerado e crocante. Envolva a massa em filme plástico e leve à geladeira por 2 horas (no máximo por 2 dias).
Pré-aqueça o forno a 180ºC. Forre duas assadeiras com papel manteiga. Retire a massa da geladeira e faça bolinhas de aproximadamente 2 cm. Coloque as bolinhas na assadeira, não é necessário deixar muito espaço entre elas, pois elas não expandem muito. Asse por 12-15 min, ou até ficar levemente dourado e quase firme. Transfira para uma gradinha, para esfriar completamente. Antes de servir, passe os biscoitinhos pelo açúcar de confeiteiro.
rendimento: 32 biscoitinhos.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

barrinhas de limão e amêndoa

Faz tempo que estava morrendo de vontade de comer barrinha de limão, aí me deparei com esta receita que leva amêndoas tostadas. Juntou a fome com a vontade de fazer e fui pra cozinha prepará-las. Estas barrinhas é para quem gosta de sabores bem azedinhos, daquele de fazer careta enquanto come, e não conseguir parar de comer! Receita daqui.

massa:
2 xícaras farinha de trigo
¾ xícara açúcar de confeiteiro
½ xícara amêndoas sem pele, levemente tostadas
½ colher (chá) sal
20 colheres (sopa) manteiga, gelada e cortada em cubinhos

cobertura:
4 ovos grandes
1 ¾ xícara açúcar
½ colher (chá) essência de amêndoas
½ xícara farinha de trigo
¾ xícara suco de limão siciliano
¼ xícara açúcar de confeiteiro, para polvilhar

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte uma forma retangular de 20 x 30cm, cubra com papel manteiga (papel alumínio também serve), deixando cerca de 3cm do papel para fora da forma, formando alças, unte o papel.
No processador de alimentos, coloque a farinha, açúcar, amêndoas e sal, pulse até combinar, deixando pedaços de amêndoa. Adicione a manteiga e deixe o processador funcionando até formar uma massa homogênea. Pressione a massa na forma preparada, distribuindo uniformemente. Cubra com papel alumínio e coloque feijões crus, a fim de fazer peso sobre a massa. Leve ao forno por 25-30min, com cuidado, retire o papel com os feijões e deixe assar por mais 10-15min, ou até a massa dourar. Retire do forno e deixe esfriar completamente.
Prepare a cobertura, numa tigela média misture os ovos e o açúcar até ficar cremoso, adicione a essência de amêndoas e a farinha, misture novamente. Adicione então o suco de limão e mexa somente para incorporar. Coloque esta mistura líquida sobre a massa já fria, e leve ao forno novamente, desta vez pré-aquecido a 160ºC, por 30min, ou até a cobertura ficar firme e dourada. Deixe esfriar completamente antes de desenformar, levantando cuidadosamente as alças de papel. Corte as barras e polvilhe com açúcar de confeiteiro antes de servir.
As barrinhas duram por 2 dias em temperatura ambiente, e por até 5 dias na geladeira, embrulhadas em filme plástico.
rendimento: 12 barrinhas grandes, fiz meia receita numa forma quadrada de 20cm e obtive 9 barrinhas.

terça-feira, 24 de agosto de 2010

brownies mais doces


Uma coisa eu percebi: meu paladar se tornou mais sensível aos sabores muito doces. Quem provou estes brownies disse que estavam no ponto de "doçura", enquanto o outro era meio sem açúcar. Já a minha opinião foi exatamente o contrário: estes são um tanto doces demais, mas já sabemos que paladar é algo puramente subjetivo. E posso dizer que eu gostei mesmo foi da consistência destes brownies, são bem úmidos, além da praticidade, pois leva cacau em pó no lugar no chocolate. Receita daqui.

200g manteiga
2 xícaras açúcar
4 ovos grandes, temperatura ambiente
½ colher (chá) extrato de baunilha
½ colher (chá) sal
¾ xícara cacau em pó
2/3 xícara farinha de trigo

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte uma forma quadrada de 20cm, forre com papel alumínio e unte novamente. Derreta a manteiga. Numa tigela grande coloque a manteiga, misture o açúcar e mexa bem, cerca de 1min. Misture os ovos, baunilha e o sal, mexendo vigorosamente, por mais 1min. Coloque a farinha e o cacau em pó, e misture somente até incorporar, não mexa demais. Coloque a massa na forma e leve ao forno por 35-40min, ou até que um palito inserido no centro da forma saia meio seco, mas com algumas migalhas grudadas. Desligue o forno e deixe esfriar na forma, antes de desenformar. Rende 16 pedaços.
Na receita é sugerida uma cobertura de ganache, preferi não colocar, mas fica a dica.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

cobbler de morango


Eu cismei que o nome desta sobremesa é clubber, e acho que nada vai mudar isso. Bom, cobbler é tradicional no Reino Unido e EUA, no entanto, na terra da rainha é salgado, e nos EUA é uma sobremesa, geralmente feita com um purê de frutas e coberto com uma massa de biscoito. Escolhi de morango porque deixei a preguiça de lado para andar três quarteirões com a sacola cheia e agora vou à feira quinzenalmente, e assim compro um monte de morangos bem baratinhos. E também porque desde que provei o crumble de morangos da Pat, descobri que morangos assados são deliciosos. Receita daqui.

1 ½ xícara açúcar
2 colheres (sopa) amido de milho
2 colheres (sopa) água
1 ½ colher (sopa) suco de limão
6 xícaras morangos, lavados, sem o cabinho e cortados ao meio (aprox. 3 bandejinhas)

Numa panela coloque o açúcar, amido, água e limão. Por último coloque os morangos, mexa bem e cozinhe em fogo médio, até engrossar um pouco. Retire do fogo e coloque a manteiga. Despeje num refratário grande untado, ou faça em porções individuais.

cobertura:
1 ½ xícara farinha de trigo
2 colheres (chá) fermento em pó
½ colher (chá) sal
2 colheres (sopa) açúcar granulado
5 colheres (sopa) manteiga
½ xícara leite frio

Peneire a farinha, fermento, sal e açúcar. Coloque a manteiga e misture tudo com as pontas dos dedos. Usando um garfo, gentilmente misture o leite, até a massa ficar homogênea e se desprender fa tigela. Coloque colheradas da massa sobre os morangos e leve ao forno pré-aquecido a 200ºC.
Fiz meia receita e coloquei em três tigelas com capacidade para 1 xícara. Se fizer porções individuais não coloque morangos demais nas tigelas, pois pode derramar no forno :(

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

brigadeiro de chocolate branco com limão siciliano


Não posso dizer que sou louca por brigadeiros, ou que uma panela de brigadeiro de colher é comfort food. Ao contrário, faz muito tempo que brigadeiro deixou de ser meu doce preferido, nas festinhas de criança se há cajuzinho de amendoim é com ele que eu fico. Mas aí eu tive vontade de fazer estes docinhos, enquanto mexia o doce na panela me dei conta que a última vez que preparei brigadeiros foi o ano passado e era encomenda. Bom, já tinha visto algumas receitas do docinho que misturavam chocolate branco com limão siciliano, é uma combinação realmente deliciosa. Testei outros ingredientes para enrolar, e não deram muito certo; usar açúcar aromatizado com a raspa do limão foi a melhor adaptação, pois além do sabor, fica úmido.
Ah, o blog entrará num breve recesso, dia 19 eu voltarei - isso é uma promessa e uma ameaça! rs.

brigadeiro:
1 lata de leite condensado
1 colher (sopa) manteiga
70g chocolate branco, picado
2 colheres (sopa) suco de limão siciliano

para enrolar:
¼ xícara açúcar
1 colher (chá) raspas de limão

Para o brigadeiro, coloque todos os ingredientes numa panela e leve ao fogo, mexa de vez em quando até o chocolate e a manteiga derreterem. Quando começar a ferver, deixe em fogo brando e mexa sempre, até a mistura engrossar e se desprender do fundo da panela - pode demorar mais tempo para dar o ponto. Coloque num prato untado e deixe esfriar completamente, de um dia para o outro.
Para enrolar, misture o açúcar e as raspas e esfregue com as pontas dos dedos até o açúcar ficar bem aromático. Faça bolinhas com a massa, passe pelo açúcar e coloque em forminhas.
rendimento: cerca de 50 brigadeiros pequenos.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

muffin preto-branco


Fiz uma vez estes muffins, achei bem saboroso e seria uma boa receita para compartilhar no blog, só que ficou muito feio, coloquei numas forminhas quadradas de muffin, e o resultado estético não foi dos melhores. Já que ficou gostoso, nada melhor que fazer de novo, nas forminhas que nunca dão errado, aí deixei tempo demais no forno. Apesar de tudo, os muffins são muito bons! Receita daqui com fotos mais bonitas.

2 ovos
6 colheres (sopa) leite
125g manteiga derretida e fria
125g açúcar
1 colher (sopa) açúcar baunilhado
1 colher (sopa) amaretto
250g farinha de trigo
1 colher (chá) fermento em pó
pitada de sal
camada de chocolate:
50g chocolate meio-amargo, derretido
2 colheres (sopa) leite
2 colheres (sopa) açúcar

Pré-aqueça o forno a 200ºC. Bata os ovos até ficar fofo e adicione o leite, manteiga, açúcar, açúcar baunilhado e amaretto. Numa tigela misture a farinha, fermento e sal, e incorpore à mistura líquida, sem bater muito. Numa outra tigela, reserve 1/3 da massa e misture o chocolate derretido já previamente misturado com o leite + açúcar. Coloque ½ colher (sopa) da massa branca nas forminhas, coloque por cima ½ colher da massa de chocolate, e novamente cubra com a massa branca. Leve ao forno por 15-20 min, faça o teste do palito.
rendimento: 12 muffins.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

cookies de chocolate com amêndoas tostadas


Para uma pessoa que gosta tanto de amêndoas como eu, não ter feitos estes cookies antes parece algo sem explicação. Os cookies são deliciosos, todo mundo que experimentou adorou, e acabou rapidinho, não durou nem 24 horas! E também confirmei que cookies preparados com açúcar granulado ficam melhores, com uma textura crocante e macia ao mesmo tempo, já fiz estes e fiquei com a impressão, desta vez eu confirmei. Receita daqui.

½ xícara amêndoas inteiras, tostadas
10 colheres (sopa) manteiga, amolecida
½ xícara açúcar granulado
½ xícara açúcar mascavo claro, aperte na xícara para medir
½ colher (chá) extrato de baunilha
1 ovo grande
1 + 2/3 xícara farinha de trigo
¾ colher (chá) bicarbonato de sódio
¼ colher (chá) sal
225g gotas de chocolate meio-amargo, ou picado

Para tostar as amêndoas, pré-aqueça o forno a 175ºC e espalhe as amêndoas sobre uma assadeira. Leve ao forno por 10-12 min, ou até que fiquem levemente douradas e aromáticas. Acho mais rápido fazer numa frigideira anti-aderente e mexer sempre para não queimar. Uma vez as amêndoas tostadas e frias, pique-as grosseiramente.
Na batedeira coloque a manteiga, os açúcares e a baunilha e bata no máximo 3 min, até ficar fofo. Adicione o ovo e bata por mais 1 min. Numa tigela à parte, misture a farinha, bicarbonato e sal. Reduza a velocidade da batedeira para o mínimo e adicione a mistura de farinha em 3 vezes, esperando toda a farinha ser incorporada antes de acrescentar a próxima parte. Com a batedeira já desligada, misture as amêndoas picadas e o chocolate. Leve à geladeira até firmar, cerca de 1h. Passado o tempo, pode-se fazer duas toras de massa, de 30 cm, envolva em filme plástico e leve à geladeira por mais 30min. Depois deste tempo, corte em fatias de 2,5 cm e disponha em assadeiras forradas com papel manteiga. Eu achei que a massa ficou muito dura, e preferi fazer bolinhas da massa, de 20g cada, e achatei levemente cada bolinha. Leve ao forno pré-aquecido a 175ºC por13-14 min, ou até que fique dourado e o centro levemente opaco, não asse demais.
As toras de massa crua podem ser guardadas no freezer por até 1 mês, embrulhe-as em filme plástico e papel alumínio para congelar.
Os cookies assados podem ser armazenados em pote hermético, temperatura ambiente por até 3 dias.
Rendimento: 24 cookies, fiz meia receita e obtive 22 cookies de 20g cada.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

sorvete de baunilha


Esquentou um pouco e corri para fazer sorvete - apesar de gostar muito de sorvete no frio. Mas não queria acumular mais claras, então escolhi fazer este, estilo Filadélfia. Pode-se fazer só com o creme de leite, eu preferi colocar um terço de leite integral. Fica muito bom com esta calda de caramelo, vai por mim! Receita daqui.

500ml creme de leite fresco
250 ml leite integral
¾ xícara de açúcar (150g)
pitada de sal
1 fava de baunilha, cortada no sentido do comprimento
½ colher (chá) extrato de baunilha

Coloque numa panela 250ml do creme de leite, açúcar, sal e a baunilha, já com as sementinhas raspadas e adicionadas à mistura, coloque a fava também, e leve para aquecer, não é necessário ferver. Despeje o líquido numa tigela e adicione o creme de leite restante, o leite e o extrato, misture bem, cubra e leve à geladeira por algumas horas. Depois de gelado, retire a fava, e coloque a mistura na sorveteira seguindo as instruções do fabricante.

terça-feira, 20 de julho de 2010

biscoitinhos de avelã


Este foi um daqueles biscoitos para aproveitar sobras, tinha umas avelãs guardadas há meses, e as eternas claras congeladas. O formato desses biscoitinhos era para ser uma pirâmide - ou uma coxinha quadrada, que foi o que eu pensei enquanto moldava na mão - mas por algum motivo as pirâmides desmancharam no forno, como bem mostra a foto. No entanto, ficam muito saborosos e delicados. Receita daqui.

1 1/3 xícara avelãs
¾ xícara açúcar
2 claras grandes
¼ colher (chá) sal
¾ xícara farinha de trigo
½ colher (chá) extrato de baunilha

Pré-aqueça o forno a 175ºC. Coloque as avelãs numa assadeira e leve ao forno por 10 min, ou até a casca começar a desprender. Retire do forno, espere mais 10 min e enrole as avelãs num pano de prato, e então esfregue vigorosamente até sair a casca. Deixe esfriar. Leve ao processador as avelãs misturadas com ¼ xícara do açúcar, até ficar bem fininho. Na batedeira coloque as claras e o sal, e bata em velocidade média até formar picos suaves, adicione o açúcar restante (½ xícara) e continue batendo até formar picos firmes. Diminua a velocidade da batedeira e adicione as avelãs moídas, farinha e extrato de baunilha, bata somente até incorporar. Cubra a massa e leve à geladeira por pelo menos 1 hora - ou de um dia para o outro. Pré-aqueça novamente o forno a 190ºC, forre assadeiras com papel manteiga. Com as mãos frias e levemente úmidas, pegue cerca de 1 colher (sopa) da massa e molde uma pirâmide, de cerca de 4 cm de altura. Leve ao forno por 15-18 min, ou até a massa rachar e dourar. Deixe esfriar e guarde em pote hermético por até 2 dias.
rendimento: cerca de 1 ½ dúzia, consegui 16 biscoitos

quinta-feira, 15 de julho de 2010

bolo de maçã com calda de caramelo


Com o frio dos últimos dias, logo lembrei deste bolinho, nada mais confortante. É mais um daqueles bolos que não precisa de batedeira, mas desta vez eu usei porque estava com preguiça, e a coitada anda esquecida dentro do armário. E ainda sobre o bolo, para o meu paladar achei um tanto doce, colocaria menos açúcar, e a calda de caramelo fica bem mais saborosa morninha. Receita daqui.

bolo:
1 xícara manteiga, temperatura ambiente
2 xícaras açúcar
2 ovos grandes, temperatura ambiente
4 xícaras maçãs cortadas em pedacinhos (cerca de 3-4 maçãs, usei a gala)
1 ¼ xícara farinha de trigo
¾ xícara farinha de trigo para bolo (cake flour*)
2 colheres (chá) bicarbonato de sódio
1 colher (chá) canela em pó
½ colher (chá) sal
¼ colher (chá) noz moscada, moída na hora
pitada de cravo em pó
½ xícara macadâmias tostadas (pode ser pecãs ou nozes)

calda de caramelo:
1 1/3 xícara açúcar
2/3 xícara água morna
1 ½ xícara creme de leite fresco
1 colher (sopa) manteiga sem sal
¼ colher (chá) sal


Aqueça o forno a 175ºC. Unte uma forma retangular de 30x20cm**. Peneire e misture as farinhas, bicarbonato, canela, sal, noz moscada e cravo. Na tigela da batedeira coloque a manteiga e o açúcar e bata até ficar fofo e cremoso. Coloque os ovos, um a um, batendo bem a cada adição. Aos poucos, coloque a mistura de farinha e bata somente para incorporar. Desligue a batedeira e coloque as maçãs picadinhas. Coloque a massa na forma (é uma massa pesada), e por cima distribua as macadâmias tostadas (tostei numa frigideira anti-aderente). Leve ao forno por 40min, ou até um palito sair seco. Desenforme depois de frio, corte em pedaços coloque a calda de caramelo por cima no momento de servir.
Para a calda, coloque numa panela o açúcar + água. Leve ao fogo médio, mexa de vez em quando até o açúcar dissolver, depois de uns 2 min, a mistura começará a ferver, então não mexa mais com a colher, somente gire a panela até o açúcar começar a queimar. Quando a calda escurecer, desligue o fogo e coloque a manteiga e o creme de leite, cuidado que irá subir uma fumaça alta, então adicione o sal. Mexa vigorasamente até a mistura ficar homogênea. Se ainda permanecer pelotas de caramelo, leve ao fogo novamente, desta vez mexendo sempre, até o caramelo derreter. A calda pode ser armazenada na geladeira, somente aqueça quando for usar.
*para 1 xícara de farinha para bolo, coloque numa xícara medidora 2 colheres (sopa) amido de milho, complete com farinha de trigo e misture.
** Fiz meia receita e coloquei numa forma redonda de 20cm, com o fundo removível.

terça-feira, 13 de julho de 2010

crumble de pera, avelã e cacau


Já tinha visto várias combinações de pera + chocolate, e ainda não tinha provado. Fica delicioso e finalmente saí da fixação pelo crumble de maçã com aveia. Dá um pouquinho mais de trabalho, mas vale a pena tostar as avelãs, eu fiz numa frigideira mesmo. Adaptado daqui.

3 peras
40g avelãs tostadas, sem pele e picadas
40g farinha de trigo
50g açúcar
5g cacau em pó
50g manteiga sem sal, temperatura ambiente

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Descasque e corte as peras em cubinhos e disponha em duas tigelas que possam ir ao forno. Numa tigela misture as avelãs, farinha, açúcar, cacau, por último coloque a manteiga cortada em pedaços pequenos. Misture com as pontas dos dedos, até tudo ficar combinado, e ainda com alguns pedacinhos. Coloque sobre as peras, leve ao forno por 30min.
rend.: 2 porções

quinta-feira, 8 de julho de 2010

galette de morangos


Faz um tempão que queria fazer essas tortinhas free form, acho tão bonitinho, parece uma trouxinha :) E agora na época de morangos parecia perfeito. Fiquei na dúvida se incorporava as amêndoas à massa, e preferi colocá-las no recheio, como vi em outras receitas, ainda acho que na massa não ficaria nada mal. E isso já é uma desculpa para preparar de novo! Usei a massa dessas tortinhas, mas fiz meia receita. Já o recheio, adaptei um pouquinho daqui.

para 3 porções

massa:
1 xícara farinha de trigo
75g manteiga gelada, cortada em pedacinhos
1 ½ colher (sopa) açúcar
1-2 colheres (sopa) água gelada

recheio:
200g morangos, sem o cabinho e cortados
1 ½ colher (sopa) açúcar
suco de ½ limão pequeno (usei o verdinho)
1 colher (chá) amido de milho
3 colheres (sopa) amêndoas moídas

Para a massa, coloque no processador a farinha, açúcar e manteiga. Pulse até formar uma farofa. Com o processador ligado, coloque a água aos pouquinhos, até formar uma massa homogênea. Embrulhe em filme plástico e leve à geladeira por 30min. Enquanto isso, prepare o recheio, lavando e cortando os morangos. Numa tigela, coloque os morangos, açúcar e suco do limão, misture tudo e deixe por alguns minutos. Depois peneire o amido de milho sobre os morangos e misture.
Pré-aqueça o forno a 160ºC. Divida a massa em 3 porções (aproximadamente 70g cada), e sobre uma superfície enfarinhada, abra a massa com o rolo, num círculo de 15-20cm. Espalhe 1 colher de sopa das amêndoas trituradas sobre cada círculo, bem no centro, em seguida coloque uma porção de morangos (não coloque muito, pois o morango solta muito líquido), então levante as bordas da massa e vá dobrando. Deixe na geladeira por 10min antes de levar ao forno. Asse até dourar.
Fiquei com medo de acontecer algum "acidente", por isso montei as galettes na assadeira forrada com papel alumínio.

terça-feira, 6 de julho de 2010

muffins de chocolate e passas ao rum


Gostei muito destes muffins, fica bem fofinho e pouco doce, sem contar que faz tempo que não preparava nenhum muffin. A receita  é do Pecado da Gula, e fiz algumas substituições com base nas observações da Akemi. Mesmo com meia receita, consegui uma dúzia de muffins - pra mim é bastante - então coloco a receita pela metade com as minhas adaptações.

85g passas escuras
¼ xícara rum escuro
1 ¼ xícara farinha de trigo com fermento*
25g chocolate em pó
60g açúcar refinado
60g açúcar mascavo
75g gotas de chocolate meio-amargo
60g manteiga, derretida
125ml iogurte integral
1 ovo

Coloque a passa e o rum para macerar, de preferência de um dia para outro. Numa tigela média misture a manteiga, iogurte e ovo. Numa tigela grande peneire e misture a farinha, chocolate em pó e os açúcares. Coloque as gotas de chocolate. Na mistura de líquidos, adicione as passas com o rum. Combine as duas misturas, mexendo somente para incorporar tudo, não bata demais. Coloque a massa em forminhas, até encher ¾ da capacidade das forminhas. Leve ao forno pré-aquecido a 190ºC, por 20min, ou até o palito sair seco.
rendimento: 12 muffins, em forminhas com capacidade para 1/3 xícara.
*para 1 xícara de farinha de trigo, coloque 1 colher (chá) fermento em pó, ¼ colher (chá) bicarbonato de sódio e ¼ colher (chá) sal.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

cookies de macadâmia e chocolate branco


Esta é a primeira vez que experimento macadâmias, são realmente deliciosas e combinam lindamente com chocolate branco. Infelizmente as macadâmias me provocam enxaqueca, e eu só posso comer bem de pouquinho. Ainda tenho um outro tanto esperando coragem para eu preparar algo de novo com elas, e para quem tem macadâmias estocadas, pode guardá-las por semanas na geladeira e por alguns meses no freezer, para não ficar com aquele "ranço" por causa do óleo. Receita daqui.

1 xícara manteiga
¾ xícara açúcar mascavo claro, aperte bem na xícara para medir
½ xícara açúcar refinado
2 ovos
½ colher (chá) extrato de baunilha
½ colher (chá) essência de amêndoas
2 ½ xícaras farinha de trigo
1 colher (chá) bicarbonato de sódio
½ colher (chá) sal
1 xícara (73g) macadâmias, picadas grosseiramente
1 xícara (96g) chocolate branco, picado grosseiramente

Pré-aqueça o forno a 175ºC. Numa tigela grande bata a manteiga e os açúcares, até ficar cremoso - não bata demais, 2 min é suficiente. Coloque os ovos, um a um, misture a baunilha e essência de amêndoa. Combine a farinha, bicarbonato e sal, e então gradualmente incorpore à mistura. Por último coloque a macadâmia e o chocolate branco. Coloque colheradas da massa numa assadeira forrada com papel manteiga (usei colher de sobremesa). Asse por 10min, ou até dourar.
rendimento: fiz meia receita e obtive 22 cookies.

terça-feira, 29 de junho de 2010

crème brûlée de maracujá


Depois da aquisição do maçarico - brinquedinho muito legal, agora só tiro pele do tomate com ele - inventei de querer experimentar todo tipo de crème brûlée, este de maracujá, do Trem Bom logo foi para o topo da minha lista. Bom, saíram algumas coisinhas diferentes, mudei o modo de preparo, com base na outra receita, acho que o creme fica mais aveludado; e por pura desatenção coloquei todo o açúcar junto com o creme de leite (era metade para o creme e a outra metade para queimar depois), fiquei com receio de ficar muito doce, porque a única coisa que estraga um doce é excesso de açúcar, mas não ficou tãão melado como imaginava.

450ml creme de leite fresco
100g açúcar
6 gemas
100ml polpa de maracujá (usei 3)

Numa panelinha leve para aquecer metade do açúcar e o creme de leite, até quase ferver. Numa tigela média bata ligeiramente as gemas. Coloque o leite aquecido sobre as gemas, um pouquinho por vez, e misture bem, até derramar todo o leite. Adicione a polpa de maracujá e misture bem. Passe a mistura por uma peneira e coloque numa jarra. Distribua a mistura por potinhos, coloque-os dentro de uma forma alta, e encha de água quente até ¾ dos potinhos. Com cuidado leve ao forno pré-aquecido a 160ºC, por 30min, ou até ficar opaco, mas ainda com o centro líquido (o creme continua cozinhando depois de desligar o forno). Retire da assadeira e deixe esfriar até à temperatura ambiente. Cubra os potinhos com filme plástico e leve à geladeira no mínimo por 4 horas. Polvilhe o açúcar restante sobre cada potinho e queime com um maçarico, leve à geladeira por 10 min antes de servir. Não queime o açúcar com mais de 1 hora de antecedência, pois perderá a crocância.
rendimento: 7 ramequins com capacidade para 1/3 xícara.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

rolinhos de passas e laranja


Ouso dizer que este pão doce foi o melhor que já comi, a massa simplesmente desmancha na boca, é discretamente doce, a combinação cardamomo + laranja sempre dá certo. Já fiz algumas vezes antes, e para quem gosta pode dobrar a quantidade de cardamomo que deixa a massa ainda melhor. Também recomendo deixar as passas macerando algumas horas antes, melhora o sabor. A massa base é tão boa que tenho certeza que deve ficar deliciosa com qualquer combinação, e é muito fácil para sovar e cresce lindamente. Receita deste livro.

massa:
3 xícaras farinha de trigo para pães
7g fermento seco para pão
1 xícara água morna (46ºC)
¼ xícara  manteiga sem sal, derretida
2 gemas grandes
¼ xícara açúcar
1 ¼ colher (chá) sal
1 colher (chá) raspas de laranja
¼ colher (chá) cardamomo em pó

recheio:
2/3 xícara uva-passa branca
¼ xícara rum escuro
1 colher (sopa) manteiga derretida

cobertura:
1 xícara açúcar de confeiteiro
1 colher (sopa) rum escuro
½ colher (chá) extrato de baunilha
1-2 colheres (sopa) suco de laranja

Comece pela massa. Numa tigela média misture metade da farinha com o fermento; coloque a água morna, mexendo até combinar. Cubra a tigela com filme plástico, deixe fermentar num lugar morno por 30 min. Passado o tempo, acrescente a manteiga derretida, gemas, açúcar, sal, raspas de laranja e o cardamomo na mistura esponjosa. Aos poucos coloque a farinha restante. Vire a mistura sobre uma superfície enfarinhada e sove a massa por aproximadamente dez minutos. Se a massa estiver muito grudenta, coloque um pouco mais de farinha, mas não exceda a 2 ou 3 colheres de sopa, senão o pão ficará muito seco. Coloque a massa sovada de volta na tigela, cubra com o filme plástico e deixe crescer novamente por mais 30 min, em local morno.
Enquanto isso prepare o recheio. Coloque as passas e o rum numa panelinha e leve ao fogo brando por 3-4 min, ou até as passas ficarem macias. Reserve.
Abra a massa sobre uma supefície enfarinhada, pressionado para tirar o excesso de ar da massa, no formato de um retângulo de 35 x 27cm. Espalhe a manteiga derretida sobre a massa, e em seguida espalhe as passas, drenando o rum, se necessário.
Enrole a massa no sentido do comprimento, apertando bem e fechando as extremidades. Usando uma faca serrilhada corte a massa em três pedaços, e cada terço em mais três pedaços. Disponha os rolinhos de massa numa assadeira untada, cubra e deixe crescer mais uma vez, por 30min, ou até dobrar de volume. Leve ao forno pré-aquecido a 190ºC por 24-28min, ou até dourar.
Enquanto os rolinhos assam, prepare a cobertura, numa tigela pequena misture o açúcar de confeiteiro, rum, baunilha, e suco de laranja o suficiente para que fique com uma consistência firme, mas que possa ser espalhado. Coloque o suco de laranja aos poucos, eu precisei acrescentar mais açúcar para ajustar a consistência. Assim que os pãezinhos sairem do forno, cubra com o glacê.
rendimento: 9 rolinhos, fiz meia receita e obtive 6 menores, cortando o rolo pela metade, e cada meio em três pedaços iguais.

terça-feira, 22 de junho de 2010

crumble de banana


Eu gosto de comer crumble puro mesmo, com a tigela quentinha esquentando a mão. E esse crumble é tão bom, e achei meio sem querer. A caldinha de laranja faz toda a diferença, e é muito saborosa. O único contra é que a farofinha do topo demorou muito para dourar, depois de mais de 40 min no forno, acabei ligando o grill, por isso ficou bem douradinha do foto. Receita aqui.

6 bananas picadas
1 colher (chá) suco de limão
raspas de 1 laranja
suco de 3 laranjas
50g açúcar
½ colher (chá) canela em pó
1 colher (sopa) rum

cobertura:
50g açúcar
150g farinha de trigo
75g manteiga

Pré-aqueça o forno a 190ºC. Numa panela misture bem os sucos de limão e laranja, raspas da laranja, açúcar e canela. Coloque na panela as bananas picadas e leve ao fogo brando por 5min, não deixe ferver. Adicione o rum e misture bem. Coloque as bananas e um pouquinho da calda num recipiente que possa ser levado ao forno, untado. Para a cobertura, misture o açúcar + farinha, por último a manteiga amolecida. Amasse usando as pontas do dedos, e deixe pedacinhos. Espalhe a cobertura por cima, e leve ao forno até dourar. O caldo de laranja que sobrou reserve para regar o crumble.
Fiz meia receita, com 4 bananas e rendeu duas porções generosas